FALE CONOSCO: (67) 3028-6562 l 3044-7772 l 3044-7773.
Menoestr

A Eficiência da Modulação Hormonal Isomolecular

Estudos e pesquisas realizados nos últimos 20 anos apontam cada vez mais a eficiência de terapias de Modulação Hormonal utilizando hormônios isomoleculares (bioidênticos), além de ser superior a terapias de reposição hormonal utilizando hormônios sintéticos convencionais.

O termo “Bioidêntico” se refere a substância com estrutura exata a dos hormônios produzidos pelo nosso corpo, portanto é diferente do utilizado na terapia de reposição convencional, onde o mesmo hormônio sintético é utilizado para a terapia de maneira geral, o que segundo essa nova abordagem, não faz sentido algum já que cada paciente é um organismo diferente, com diferentes necessidades.

Uma pesquisa realizada na França em 2005 reuniu 54 mil mulheres divididas em dois grupos: um receberia estrogênio isomolecular (bioidêntico) enquanto o outro uma versão sintética do hormônio, a progestina.

O resultado sugere que o houve um aumento de até 40% no risco de desenvolvimento de câncer de mama em mulheres que foram submetidas ao tratamento com o hormônio sintético, enquanto que no outro grupo houve uma redução de 10% no risco de neoplasia.

Em 2007 foi realizado um outro estudo publicado no periódico Breast Cancer Research; dessa vez com 80 mil mulheres. Constatou-se que as que estavam recebendo estrogênio e progesterona bioidênticos foram isentas do risco de desenvolvimento de câncer de mama, enquanto que as submetidas ao tratamento tradicional sofreram um aumento de 69%.

Vale lembrar que para que a terapia de modulação hormonal isomolecular seja eficiente, também deve ser analisado se os receptores do paciente estão trabalhando corretamente, caso contrário o hormônio não chegará dentro das células para realizar suas funções.

Os hormônios isomoleculares também são mais eficientes para atender mulheres na época de menopausa e pós-menopausa, reduzindo os sintomas que acompanham essa condição, como depressão, ansiedade, sangramentos ocasionais; também observou-se benefícios como a melhora na disposição, funções cognitivas, memória, entre outros.

 

Fontes: International Journal of Cancer

               Breast Cancer Research and Treatment

               Women’s Health Initiative

Escrito por: Olavo A. Machado
Responsável Téc.: Dra. Andreia Antoniolli – CRM 2668/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com