FALE CONOSCO: (67) 3028-6562 l 3044-7772 l 3044-7773.
Spirulina2

Spirulina

Com a rotina, as atividades do dia a dia, correria da vida moderna, alimentar-se corretamente acaba se tornando um fator segundário. Deixamos de lado a preocupação em levar uma vida de hábitos saudáveis e acabamos nos entregando para a praticidade da comida rápida, que pode até matar a fome, mas está longe de fazer bem para a saúde.

Há uma alternativa: a Spirulina.

Mais popularmente divulgada como sendo uma alga, trata-se de uma bactéria que obtêm energia através do processo de fotossíntese, ou seja, a Spirulina é uma cianobactéria que vive em colônias muito parecidas com algas; elas vivem em lagos e rios onde a água possui pH elevado (alcalino).

A Spirulina é extremamente nutritiva, podendo ser consumida por nós, seres humanos.

Tribos antigas já utilizavam este nutriente como parte de sua dieta, mas quem o popularizou foi a NASA, ao adicionar Spirulina na alimentação dos astronautas que eram enviados ao espaço.

A Spirulina é rica em diversas vitaminas, minerais, proteínas e antioxidantes. Por conta de suas propriedades a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu a Spirulina  como o alimento do futuro, podendo ser usada como suplemento dietético e até para evitar a desnutrição.

Seu teor proteico é comparável ao da carne vermelha, podendo ser utilizada por vegetarianos e veganos. Vale lembrar que, ao contrário do que é divulgado, a Spirulina possui uma pseudo versão da Vitamina B12, que é inativa nos seres humanos, não sendo fonte ideal desta.

Benefícios da Spirulina

  • Contém Omega 3, 6 e 9  o que lhe confere propriedades anti-inflamatórias;
  • Rica em Clorofila: a substância que dá o pigmento verde para os vegetais, tem efeito detox no nosso organismo e regula o sistema imunológico;
  • Alivia os sintomas da rinite alérgica: diminui a congestão nasal;
  • Ajuda a eliminar metais pesados, prevenindo o desenvolvimento de câncer;
  • Reduz os níveis de Triglicerídeos;
  • Ajuda no controle de peso: devido ao seu grande teor de proteínas, cuja digestão é lenta, dá a sensação de saciedade por mais tempo, reduzindo o apetite;
  • Auxilia no controle da pressão arterial: um estudo feito pelo departamento de bioquímica do México, revelou que a ingestão diária de 4,5g de Spirulina ao longo de 6 semanas e sem grandes mudanças na dieta, ajuda a regular a pressão arterial, tanto em homens quanto em mulheres, entre 18 e 65 anos;
  • Ajuda a controlar a glicemia: em estudos realizados constatou-se que em alguns casos a Spirulina pode ser mais eficaz do que medicamentos já conhecidos por quem tem problemas de glicemia;
  • Ajuda no combate a Candidíase: devido a sua atividade antimicrobiana, a Spirulina previne infecções por fungos, especialmente a cândida.
  • Estimula o crescimento da flora intestinal: bactérias boas presentes nessa parte do nosso sistema digestivo, que é a primeira etapa de defesa contra microorganismos que causam doenças;

Caso opte pelo consumo e/ou suplementação de Spirulina, deve ser acompanhada por especialista e ter um certo cuidado com sua origem e qualidade, pois caso a substância esteja contaminada pode causar sintomas, como: dores de estômago, lesão hepática, náusea, sede, fraqueza, etc.

Algumas fontes sugerem que gestantes e crianças não podem consumir algas.

Escrito por: Olavo A. Machado
Responsável Téc.: Dra. Andreia Antoniolli – CRM 2668/MS

Fonte: Earth Food Spirulina

                  ISBN-10: 0962311103
                  ISBN-13: 978-0962311109 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com